Respiração Mecânica

A ventilação mecânica deve ser transportada e usada à beira do leito e permitir
que todos que cuidam de pacientes críticos dominem essa terapia essencial. O
sistema respiratório consiste nos pulmões e na parede torácica. A parede
torácica inclui a caixa torácica e todos os tecidos e músculos ligados a ela,
incluindo o diafragma. A função do sistema respiratório é remover o dióxido de
carbono (CO2) e adicionar oxigênio (O2) ao sangue venoso misto que é
bombeado através da circulação pulmonar pelo ventrículo direito. Para fazer
isso, dois processos inter-relacionados devem ocorrer:
• Ventilação – o movimento repetitivo em massa de gás para dentro e para fora
dos pulmões;
Ventilacao mecanica invasiva
• Troca gasosa – vários processos que juntos permitem que o sistema respiratório
mantenha uma pressão parcial arterial normal de O2 e CO2.
A ventilação pode ocorrer apenas quando o sistema respiratório se expande
acima e depois retorna ao seu volume de repouso ou equilíbrio. Esta é apenas
uma maneira elegante de dizer que a ventilação depende da nossa capacidade
de respirar. Embora para a maioria das pessoas, a respiração exija muito pouco
esforço e ainda menos pensamento, ainda assim é um processo bastante
complexo. De fato, a ventilação só pode ocorrer quando é aplicada pressão
suficiente para vencer duas forças que se opõem ao movimento do sistema
respiratório. A interação dessas forças aplicadas e opostas é chamada de
“mecânica da ventilação” ou mecânica respiratória.